FANDOM


Mary MacDonald
Mary MacDonald
Informação Biográfica
Nascida 13 de abril de 1961
Status de Sangue Nascido trouxa
Pseudónimo
  • Marie
  • Senhor MacDonald
Descrição Física
Espécie Humana
Sexo Feminino
Cor do Cabelo Loiro escuro
Cor dos Olhos Azul escuro
Cor da Pele Pálida
Informações da Família
Membros da Familia
Afiliação
Casa Grifinória
Lealdade
.

Mary Christine McDonald, foi a esposa do Auror Fabian Prewett

Jogo: Marca Negra Nascente
Jornal: mistress_mary
Jogado por: Anna Kendrick

Estatísticas BásicasEditar

Nome Completo: Maria Christina Macdonald
Género: Feminino
Apelidos: Mistress Mary bastante contrária, Mary Mack
Data de Nascimento: 05 de março de 1961
Idade: 15
Signo: Peixes
Sexualidade: Hetero
Estado Civil: Solteiro
Cidade natal: Dunfermline, Fife, Escócia
House: Grifinória
Ano: 5
Bloodline: trouxa
Wand: 7,5 em, salgueiro, cabelo rabo unicórnio
Animais de estimação: Nenhum
Extras: Nenhum

FamíliaEditar

Pai: William Macdonald (trouxa; b 31 de outubro de 1932; gerente do banco.)
Mãe: (. Née Calhoun; trouxa; b 18 de maio de 1935; mãe dona-de-casa) Elizabeth Macdonald
Brother: Duncan Macdonald (trouxa; b 18 novembro de 1959; estudante).

HistóriaEditar

William Macdonald conheceu Elizabeth Calhoun através de um dos seus colegas do banco: seu irmão. Eles se apaixonaram, casado, mudou-se para uma casa modesta em Dunfermline, Fife, na Escócia, e teve dois filhos: um filho chamado Duncan e uma filha chamada Maria. Duncan, o mais velho, era a luz dos seus olhos. Ele não podia fazer nada de errado. Ele era perfeito. Um gênio. Ele andou cedo, falou cedo, aprendeu a ler cedo. Ele se saiu bem na escola, e ele era um excelente para a frente em seu campeonato de futebol juvenil. Ele manteve seu quarto arrumado, ele fez o que lhe foi dito, e ele era apenas um muito bom garoto, extrovertido. Maria, a mais nova, foi (aos olhos de seus pais) o oposto polar de seu irmão mais velho. Ela era desajeitado, quieto, tímido. Ela freqüentemente entrou coisas, deixou cair as coisas, quebrou as coisas. Às vezes, até parecia que ela conseguiu quebrar as coisas sem realmente tocá-los. De alguma forma, o seu quarto sempre conseguiu ser um pouco confuso. Ela não podia praticar esportes sem tropeçar em seus próprios pés. Ela fez mal na escola, não importa o quanto ela estudou. Ela era um leitor lento para trabalhos escolares, embora ela engoliu ficção muito mais rápido e com mais facilidade. Ela tentou fazer o que foi dito, ela só às vezes errei um pouco. Toda a sua infância foi passada na sombra de seu perfeito irmão mais velho.

Maria passou a maior parte de seu tempo livre ao ar livre, brincando na terra. Sua mãe não a deixava crescer um jardim no quintal, mas um vizinho amável deixar Mary fuçar em seu jardim e até mesmo deixar a jovem ajudá-la a planta suas flores na primavera. Livro favorito de Maria era o jardim secreto de Frances Hodgson Burnett, um livro que ela havia guardado sua mesada escassa por semanas, a fim de comprar. Ela muitas vezes sonhou em ir para um lugar maravilhoso longe, onde ela poderia encontrar o seu próprio jardim secreto. Ela não tem muitos amigos, todo mundo pensou que era estranho para jogar na lama, ou lento, porque ela era um estudante pobre e tranquilidade, ou interpretou mal sua tranquilidade para arrogância, ou eles simplesmente medida-a contra seu irmão e encontrei-a faltar, assim como seus pais fizeram. Seja qual for a razão, Maria sempre foi um pária em casa, e ela simplesmente não conseguia entender por que ela nunca realmente caber dentro

Não até seu décimo primeiro aniversário, o que é. Quando Maria voltou onze, tudo mudou (e ela ainda está tentando decidir se a mudança é para melhor ou pior). Um homem que dizia ser um representante de um lugar chamado Escola Hogwarts de Magia e Bruxaria apareceu na casa Macdonald e informaram à família que Maria era uma bruxa, e convidou-a para participar da escola. William e Elizabeth, é claro, pensei que era tudo bollocks dos completamente, até que o representante mostrou-lhes uma demonstração de magia e apontou que Maria ser uma bruxa poderia explicar alguma coisa estranha que poderia ter acontecido em torno de seu crescimento. A família finalmente aceitou a notícia de que Maria era uma bruxa e que Hogwarts era o melhor lugar para ela, então no dia primeiro de setembro de 1972, Maria se juntou a seus companheiros de jovens bruxas e bruxos em Hogwarts. Desconhecido para Maria, no entanto, a notícia promoveu em sua família um sentimento de medo, medo de que ela iria voltar da escola no mês de junho e transformá-los todos em salamandras, ou algo assim.

Sabendo muito pouco sobre a escola, Maria aceitou a classificação para a Grifinória, embora ela não se sente particularmente corajoso, como o chapéu cantou sobre (apenas o fato de que um chapéu estava cantando foi o suficiente para fazer com que Maria para saber o que ela estava fazendo lá! ), mas ela não ia discutir com um chapéu. Além disso, talvez todo mundo estava tão com medo e nervoso como estava, certo? Talvez nenhum deles sabia sobre a escola até que alguém veio e disse-lhes que eles eram bruxos e bruxas, também. Infelizmente, não demorou muito para que Maria percebeu que ela estava entre uma minoria, uma bruxa nascida de duas trouxas. E que diferença imediatamente a viu ser tratado de forma diferente; inferiormente. E Maria não podia ajudar, mas sinto como se todo mundo estava certo: talvez ela não pertencia aqui. Todas as classes que exigiam que ela use a nova varinha, ela era horrível em. Sentia-se como tudo o que ela estava fazendo era acenando em torno de um galho pequeno. Sua melhor classe era Herbologia, a única classe que ela fez bem em remotamente durante seus dois primeiros anos. Ela encontrou-se em busca de refúgio em estufas da escola mais e mais vezes, ajudando a professora Sprout com pequenas tarefas em torno das estufas, ou mesmo apenas tentando estudar enquanto cercado por plantas.

Ela estava contente, a totalidade de seus primeiros quatro anos em Hogwarts, apenas para misturar-se no fundo. Ela era boa nisso. Apesar de, pela primeira vez em sua vida, ela foi fazer amigos. Essas pessoas não se importava que ela não era perfeita como Duncan, que realmente parecia gostar dela para quem ela era. Eles quase fez esquecer que havia outros alunos na escola que a odiava por quem ela era. Infelizmente, ela tem um lembrete heckuva sobre os alunos que odiavam ela no final de seu quarto ano. Foi depois de exames acabaram. Era a última noite, na verdade. Mary tinha encontrado um livro da biblioteca entre as coisas dela, enquanto ela fazia as malas, por isso mesmo que era hora de recolher quase, ela se desculpou e saiu correndo para a biblioteca para devolver o livro. Ele só deve ter levado alguns minutos para correr para a biblioteca, deixar o livro, e voltar para o dormitório. Ela finalmente parou de se perder em torno da escola, em seu segundo ano, depois de tudo. Mais tarde, ela desejou que ela tinha apenas esperou para devolver o livro na parte da manhã.

Ela estava em seu caminho de volta até a torre depois de parar na biblioteca. Ao passar uma porta da sala aberta, ela ouviu alguém dizer alguma coisa, e como ela estava se transformando, ela foi subitamente atingido por um feitiço. Ela não sabe o que aconteceu, mas o que quer que fosse, era realmente um pouco maravilhoso. Um pouco ... flutuante. Cada pensamento e preocupação foi exterminada da cabeça de Mary, deixando para trás nada além de uma vaga, a felicidade não rastreável. Ele foi relaxante. Essa felicidade relaxante não durou muito tempo. Venha para a sala passou pela sua mente, e ela entrou na sala de aula quase vazio. Havia apenas uma pessoa na sala, ea porta se fechou atrás dela enquanto ela lutava através da névoa em sua mente para tentar reconhecê-lo. Ele era um ano mais velho do que ela. A Sonserina. Seu nome foi voando sobre em algum lugar, ela tinha ouvido isso antes, mas ela não conseguia pegá-lo. Ela não sabia o que estava acontecendo, o que estava acontecendo. Mas, de repente, ela estava se despindo. Ela estava fazendo coisas para si mesma, em seguida, para ele, para que ela nunca teria sonhado em fazer. Mas ela não tinha idéia de como parar. Era como se ela estava presa dentro de seu próprio corpo, observando-se fazer essas coisas e não poder fazer nada sobre isso.

E então, de repente, como tinha acontecido, que tinha acabado. Ela estava no controle de seu corpo novamente. Ela caiu no chão, se esforçou para puxar suas roupas de volta, mas ela estava tremendo como uma folha. Quando ele saiu do quarto, ele lançou uma outra coisa sobre ela, e uma dor atravessou seu corpo, mais intensa do que qualquer coisa que ela nunca havia sentido antes. Cada nervo parecia que estava pegando fogo. As roupas dela escorregou de seus dedos, e ela estava no chão, à espera do fogo para ir embora. O feitiço foi levantada, e ouviu-o sair da sala, como seu nome, finalmente veio à mente. Mulciber. Ela não sabia quanto tempo ela estava deitada no chão na sala de aula vazia antes que ela pudesse finalmente se mover novamente, poderia finalmente tirar a roupa novamente. No momento em que ela voltou para seu dormitório, ela mal tinha dito uma palavra. Ela deixou sua embalagem para a manhã, subiu na cama (ainda completamente vestido), fechou as cortinas em sua cama, e passou a noite inteira enrolada em uma bola, tremendo e incapaz de dormir.

Summers em casa sempre foi horrível: seus pais e irmão praticamente ignorou completamente e fingiu que ela não existia. Geralmente a incomodava. Neste verão, ela saudou a distância. Ela passou todo o seu tempo trancado em seu quarto, olhando para o teto, caindo em jorros intermitentes de sono. Ela tem corujas de seus amigos, mas as cartas empilhadas em sua mesa, sem abrir. Ninguém em casa percebeu que havia algo errado. E, pela primeira vez, Maria quase não queria voltar para a escola. Ela estava com medo do que poderia acontecer se ela cruzou com Mulciber novamente. Como ela poderia enfrentar seus amigos, sabendo o que ela tinha feito? Mas ela não era uma Gryffindor para nada. Ela nem sempre pode se sentir aceito no mundo bruxo, mas ela era uma bruxa. Ela fazia parte de Hogwarts. Ela iria voltar, ela seria apenas evitar Mulciber como a peste.

PersonalidadeEditar

Gosta de: livros de ficção, particularmente O Jardim Secreto por Frances Hodgson Burnett; jardinagem; estar ao ar livre; Honeydukes fudge; malmequeres; leão; chá quente com mel; animais de todos os tipos, a cor azul
Não gosta: Ter de usar seus óculos de leitura; alturas (sorta, ela não é apenas um grande fã de lugares muito altos); pequenas, lugares fechados (ela é claustrofóbico); puristas (e qualquer um que faz ela se sentir como se ela não pertence a mundo mágico inteiramente baseado em sua linha de sangue); sexo, e nada a ver com isso
Amortentia Smells: grama recém-cortada, terra úmida, o ar fresco e limpo
Papão: A própria, em um pequeno local fechado
Espelho de Ojesed: própria, ser aceito por seus pares e mundo dos bruxos, e provou ser uma grande bruxa.

Para chamar Mary calma seria um eufemismo. Ao contrário da maioria do resto da sua casa, Maria não é um GRIFINÓRIA LOUD ORGULHOSO, ouça-me rugir. Ela se esforça muito para apenas mistura no fundo e passar despercebido. Isso não quer dizer que ela não é uma Grifinória em tudo: sua força e coragem são mais interno, a capacidade de seguir em frente, mesmo quando ela não quer. Ela é uma ótima ouvinte, mesmo que ela não é muito bom em dar conselhos: ela é, pelo menos, ouvir os seus problemas, a sua caixa de ressonância.

Lá no fundo, Maria é um romântico. Ela sempre sonhou em ser varrido fora de seus pés pelo príncipe encantado. Embora, neste momento, após os acontecimentos de junho do ano passado, ela se esquiva de todos os meninos. Mas ainda assim, ela é um sonhador. Ela sonha em um dia ser aceito, mesmo que seu sangue não é "puro", de ser amado, mesmo que ela se sente sujo e quebrado; de ter um lugar que é só seu, seu próprio jardim secreto.

Maria se sente mais em casa com a sujeira sob as unhas, cavando ao redor no chão, cercado por plantas em crescimento. As plantas são apenas muito mais fácil do que as pessoas. Se eles te machucar, é geralmente apenas pequeno e superficial

Mary MacdonaldEditar

Mary Prewett (née Macdonald)

Biographical information

Born

22nd April, 1960

Died

1998 (aged 38) The Battle of Hogwarts

Blood status

Half-Blood

Marital status

Widowed

Also known as

§ The Girl with a dead husband (by Lord Voldemort)

§ Maria (by the Marauders)

Title(s)


Head of Witch Watchers Office

Physical information

Species

Human

Gender

Female

Hair colour

Dark Brown

Eye colour

Grey

Skin colour

Light

Family information

Family members

§ Gideon Prewett (husband)

§ Macdonald family (family)

§ Molly Weasley (sister-in-law)

§ Fabian Prewett (brother-in-law)

Magical characteristics

Wand

Pear, hippogriff feathers, 11", swishy

Patronus

Butterflies

Affiliation

House

Gryffindor

Loyalty

§ Order of the Phoenix

§ Slug Club

§ Prewett Family

§ Macdonald family

§ Ministry of Magic

"Oh, Mary, what a women she is! Knew exactly what to say and when to say it. She is like a goblin-made person; whatever doesn’t kill her makes her stronger! " - Remus Lupin talking to Ron Weasley about Mary Macdonald.

Mary Prewett (née Macdonald) (22 April, 19601998) was a Half-blood witch who was best friends with Lily Evans in her Hogwarts years. Remus and she loved each other for a period of time but then she married Gideon Prewett. She came back to join the Order of the Phoenix when Lord Voldemort returned, after disappearing for a few years because of her tragic loss of her husband. She did see Arthur Weasley at her work place in those years. He died in the Battle of Hogwarts in 1998.

==Biography ==

Early life Editar

Mary was born to Mr and Mrs Macdonald on 22 April 1960, who grew up knowing the reigns of Muggle and Magic worlds, because her father was a Muggle and her mother a Witch. Her family loved her very much as she was an only child. When she turned 11, she got her acceptance letter for Hogwarts school of witchcraft and wizardry and bought a Pear, Hippogriff feather, 11”, swishy wand from Ollivanders who said the it had good hex work, much to her pleasure.

===Hogwarts years ===

Mary: "Lily, Snape is here for you!"

Lily: "Why should I talk to him?"

Mary: "He said that he wont leave until you speak to him! Good luck!" - Mary telling Lily about Snape trying to apologize. - Mary’s first Christmas at Hogwarts.

At the age of eleven, Mary attended Hogwarts School of Witchcraft and Wizardry, where she was sorted into Gryffindor house. She became quite skilled at Potions and Defence against the dark arts, attracting the attention of Professor Horace Slughorn, who made her a member of his Slug Club with Lily Evans, in which they became best friends.

In her fifth year, Mary was made a prefect of Gryffindor along with Remus Lupin, in which they grew closer and then started to date. Also, that was the year when she led Lily to Snape, where they ended their friendship. She also received 7 OWLS.

In her sixth year, she got attacked by a slytherin, Mulciber, with dark magic, and then got sent to the hospital wing for days to recover.

During their seventh year, Mary received 5 NEWTS.

===Marriage and the Order ===

Sometime after graduating from Hogwarts in 1978, Mary and Remus broke up but remained friends. She then later married Gideon Prewett in a chapel at Godric’s Hollow, inviting Lily and all the Marauders.

Mary and her Husband then became full-time members of the Order of the Phoenix, an organisation dedicated to fighting Lord Voldemort and his Death Eaters, along with their friends Sirius Black, Remus Lupin, James Potter, Lily Potter and Peter Pettigrew. Her husband then died, then she mysteriously disappeared after that to a little wizarding village in Camden alone, only seeing Arthur in her job at the ministry as head of The ministry of Magic’s Witch Watcher office.

Second Wizarding War

When Lord Voldemort returned, Mary joined the order of the phoenix again, when she was welcomed back very happily. She bonded a lot with Harry, Ron and Hermione at Grimmauld place and she popped in at Hogwarts when she could so that she could ‘watch out for criminals’ at Hogwarts, much to Fudges dislike and Dumbledore’s pleasure.

Battle of Hogwarts and death

Remus: "Where is Mary, we need her?"

Tonks: "Bellatrix has taken her on; we need to let her fight her!" - Tonks and Remus talking about Mary in the battle of Hogwarts.

Mary fought in the battle of Hogwarts, she stationed every student in great hall and made sure they were safe. She then got caught up with Bellatrix trying to kill her in the great hall, which she unfortunately died in Battle. Afterwards, Molly Weasley killed Bellatrix, trying to save her daughter and possibly avenging her sister-in-law’s death.

Physical description

Mary in her fifth year.

Mary is a very pretty girl who had long brown hair and grey/green eyes. She was described as to have a perfect smile and very fair skin that could burn easily.

Personality and traits

Mary at the Ministry.

Mary was a very bubbly girl in her Hogwarts years, but was very feisty to people who annoyed her. After her, husband died, she became very depressed, and worked at the ministry for a while keeping thoughts to herself. When Lord Voldemort returned, she returned back to the Order more powerful and feisty then ever. Then, everything bad that happened to her added to her fury and made her more confident, brave and ready than ever to defeat Voldemort.

Magical abilities and skills Editar

Mary was an extremely talented witch.

Mary Macdonald, a powerful witch.

Potioneer: According to Horace Slughorn, Mary was an excellent potioneer.

DADA: Her wand was very powerful for Jinxes and she was therefore, very good at defence Against the Dark arts. 

Patronus Charm: Mary could produce or corpeal patronus of a swarm of butterflies, because her best memory was when Remus took her to the forbidden forest and showed her a colony of beautiful butterflies named Maries.

Mary’s Patronus was butterflies.

§ Duelling: She had many encounters of duelling in her lifetime, most of them were won.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória